Política de devolução de 365 dias - sem perguntas nem justificações!
Envio 7 € - Grátis a partir de 39 €-
308 803 986 - (dias úteis: 09h - 17h)

Pulseiras curativas para homem – Os poderes das pedras preciosas

Com pedras preciosas que prometem mundos e fundos, desde a capacidade de foco e a coragem à inteligência e o amor, saber qual eleger para colocar ao seu pulso exige paciência e conhecimento. O nosso guia completo revela porque estas pulseiras são tão especiais e ensina-o a escolher a pulseira ideal para si.

Pensa-se com frequência que as pedras preciosas estão reservadas aos praticantes do New Age e aos tipos que sabem a diferença entre as poses de Ioga Downward Dog e Paripurna Navasana. Mas a crença no poder das pedras remonta aos inícios do mundo como o conhecemos.

Para os vikings (claro que encontramos sempre referências aos nossos antepassados), as pedras cornalina, azeviche, granada e âmbar eram valorizadas pela sua beleza e pelo seu misticismo. Hoje em dia, as pessoas ainda acreditam que certas pedras preciosas podem ajudar em tudo, desde o raciocínio à confiança.

Quer procure uma pulseira com pedras preciosas pelas suas propriedades mágicas ou pela sua beleza, iremos analisar os mistérios que estão por trás destas pedras semipreciosas lendárias e ajudá-lo a encontrar aquela que melhor contará a sua história.

Antes de começarmos, é importante referir que analisamos as pedras e as suas propriedades curativas de forma puramente empírica. Se estiver a passar por uma situação em que precise de ajuda física, mental ou emocional, consulte o seu médico ou um terapeuta certificado.

Qual é a diferença entre pedras preciosas e pedras semipreciosas?

Quando procura comprar uma pulseira com propriedades curativas ou qualquer pulseira de contas em pedra, encontrará referências a "pedras preciosas", "pedras semipreciosas" e o evasivo termo "gemas". Saber o que estes 3 significam, e o que têm em comum (se tiverem algo em comum), irá ajudá-lo a selecionar a peça certa para a sua coleção.

O que são pedras preciosas?

Classificar as pedras em preciosas ou semipreciosas não significa que umas são mais importantes do que as outras. Mas significa que as pedras preciosas são mais valiosas que as pedras semipreciosas. No entanto, a importância difere sempre consoante o utilizador.

As pedras preciosas referem-se basicamente a 4 tipos de pedras: rubis, safiras, esmeraldas e diamantes. O custo destas pedras é sempre elevado e, portanto, são mais valiosas que as pedras semipreciosas.

O que são pedras semipreciosas?

Qualquer pedra que não seja "preciosa" é semipreciosa. Tipicamente, estas estão mais facilmente disponíveis e são frequentemente usadas no fabrico de joias.

As pedras semipreciosas incluem: ametista, aventurina, calcedónia, crisocola, citrino, granada, hematita, jade, jaspe, lápis-lazúli, malaquita, obsidiana, ónix, rodonita, olho de tigre, topázio, turquesa e muitas outras.

O que são gemas?

Agora que já definimos o que são pedras preciosas e semipreciosas... o que são gemas?

Uma gema é o nome dado a qualquer pedra que foi esculpida e polida para ser usada como adorno. Também conhecidas como pedras ou joias, as gemas podem ser esculpidas a partir dos minerais, das pedras e até do âmbar.

Qualquer pedra preciosa ou semipreciosa que é esculptida, polida e usada como joia é também uma gema. Na verdade, qualquer mineral que tenha sido escolhido pela sua beleza e usado num colar, anel ou pulseira é uma gema. Algumas gemas são orgânicas, como as pérolas e o âmbar. Nós, dinamarqueses, sabemos algumas coisas sobre o âmbar pois a resina das árvores da Idade da Pedra ainda é encontrada ao longo das nossas costas.

Qual é a diferença entre cristais e pedras?

A menos que seja geólogo, estará provavelmente mais interessado nos benefícios da pedra - as propriedades "mágicas" que se supõe terem - do que na sua classificação científica. Mas para os que, de facto, se interessam por esta temática, a principal diferença entre as pedras e os cristais é que um cristal é identificado como sendo apenas um cristal (um material). Os cristais apresentam facetas na superfície e são geralmente suficientemente límpidos para serem transparentes.

As pedras são geralmente feitas de cristais microscópicos que estão juntos. Como o granito por exemplo. Esta pedra é composta por uma quantidade infinita de cristais, incuindo o quartzo, que estão coladas umas ás outras.

Desta forma, o termo "pedra" é também utilizado para descrever os cristais curativos. Está confuso? Não esteja. A coisa mais importante quando procura por cristais, pedras ou rochas (sim, outro termo utilizado para descrever as pedras) é se gosta ou não. Consegue incluí-la na sua história? Se a sua resposta é sim... então não é importante se é uma pedra preciosa, uma gema ou apenas uma rocha que encontrou na sua caminhada na montanha.

Porquê usar pulseiras curativas?

Quer acredite no poder das pedras preciosas ou não, não pode negar que a pulseira certa irá conferir estilo ao seu pulso.

Na Trendhim, acreditamos que os acessórios têm o poder de ajudar a contar a nossa história – ajudam a marcar um momento assim como ajudam a expressar-se. Como se isso não bastasse, há uma multidão de pessoas no mundo que acredita que as pedras podem conferir tudo, desde o equilíbrio à cura.

Para muitas pessoas, usar uma pulseira curativa de pedras semipreciosas é uma forma de proteger, limpar e libertar energias negativas que o mantêm preso a uma rotina. A pedra hematita, por exemplo. Acredita-se que esta pedra tem uma forte energia térrea que aumenta o foco e a concentração de quem a usa. Usar uma pedra hematita no seu pulso, pode colocá-lo em contacto constante com essas gemas e os seus poderes (reais ou não) podem ajudá-lo a manter-se focado.

Muitas pulseiras curativas estão ligadas aos chackras. Os chakras são os 7 círculos de energia que estão localizados ao longo da coluna vertebral. Como muitas outras coisas na vida, os chakras podem entrar em desequilíbrio. Numa pulseira de chakras, verá frequentemente 7 contas em pedra de cores diferentes, estando cada uma ligada a um chakra específico.

As pedras curativas funcionam?

Esta foi a primeira questão que nos colocámos quando abordámos este tópico... e para sermos francos, não existe nenhum estudo científico que defenda que funcionam. Mas como todas as outras coisas que não são nem preto, nem branco, o poder das pedras reside naquilo que se acredita ou não.

Não é loucura pensar que as pedras e os cristais têm energia e que, portanto, são capazes de ajudar a encontrar o equilibrio. Veja o seu relógio de pulso como exemplo. Se usa um relógio a pilha que é alimentado pelo movimento de quartzo, está provavelmente a aproveitar o poder de um cristal para monitorizar o tempo.

A pilha manda eletricidade ao quartzo através de um circuito eletrónico, que o faz vibrar com uma frequência precisa (32.768 vezes/segundo). O circuito conta as vibrações e cria impulsos elétricos de um por segundo. Os impulsos impulsionam o pequeno motor que gira os ponteiros do relógio, oferecendo assim uma monitorização precisa do tempo (até que a pilha fique gasta).

Por isso é que é impossível afirmar com certeza que usar pedras preciosas e cristais em pulseiras não terá o mesmo efeito. A energia que emite todos os dias interage com as pedras de uma maneira que faz com que estas libertem a sua energia de volta. É uma sinergia entre o seu corpo e a pulseira. Algo que pode transformar a sua história para melhor.

Como encontrar a pulseira curativa certa para si

Escolher uma pedra preciosa pela sua energia ou propriedades curativas não é tarefa fácil. Antes de comprar a sua próxima pulseira, dedique algum tempo a explorar as propriedades intrínsecas das pedras. Decida porque é que deseja essa pedra e quais os benefícios que espera dela para a sua vida.

Tenha em mente que, quando se trata de acessórios, não existe nenhuma hierarquia de pedras ou cristais. Escolha a pulseira de acordo com as suas intenções e que combine com a história que deseja contar. E se for bonita, melhor ainda.

Espreite abaixo as pedras preciosas mais populares usadas nas pulseiras curativas. Encontre aquela que lhe poderá dar aquele sentimento ou competência que lhe falta (ou que pretende desenvolver) na sua vida.

A informação abaixo é puramente empírica. Se estiver a passar por uma situação em que precise de ajuda física, mental ou emocional, consulte o seu médico ou um terapeuta certificado.

As pedras e os seus significados

  • Hematita - Foco – Estas pedras são utilizadas para fortalecer a ligação á terra e aumentam a coragem. Acredita-se também que é uma pedra poderosa para estimular o foco e a concentração.
  • Ágata - Confiança – A ágata é utilizada como pedra de proteção. Incrementa o discernimento, a coragem e a concentração.
  • Ametista – Enraizamento – A pedra ametista é utilizada para enraizar quem a usa e incrementar a criatividade e a paixão. Acredita-se que pode fortalecer a intuição e ajudar a passar dos pensamentos à acção.
  • Olha de tigre – Valentia – Até o nome desta pedra soa feroz. As pedras olho de tigre são utilizadas para conferir confiança, dar sorte e aumentar a coragem para enfrentar desafios.
  • Lava – Força – Tal como o líquido ardente que a compõe, a pedra de lava é símbolo de força e de determinação. A sua natureza porosa permite-lhe adicionar algumas gotas de óleos essenciais para que a fragrância seja libertada ao longo do dia aumentando assim os benefícios da aromaterapia.
  • Jaspe – Estabilização – A pedra de jaspe pode trazer tranquilidade e absorver as energias negativas. Acredita-se que esta pedra semipreciosa também incrementa a honestidade e a organização... nada mau para uma pulseira.
  • Ónix - Força – A ónix é uma das pedras preciosas mais conhecidas e é utilizada para força. É uma pedra que confere autoconfiança e estimula a coragem, o autocontrolo e a sabedoria.
  • Unakita – Amor-próprio – A unakita é conhecida como sendo uma pedra com a qual todos podemos beneficiar. Conhecida por promover a autoaceitação e a cura, esta pedra semipreciosa é conhecida por eliminar as energias negativas.
  • Lápis lazuli – Antistress – A pedra lápis lazuli é utilizada para libertar o stress e encoraja a compaixão, a confiança e a verdade.

Como limpar e energizar as pulseiras de pedras curativas.

Independentemente se acredita ou não que as pedras são mágicas ou poderosas, ninguém pode negar que podem ficar sujas. Para limpar uma pulseira de contas, esfregue-a suavemente com um pano macio mergulhado em água morna com um pouco de detergente suave.

A diferença entre usar uma pulseira de pedras curativas e uma pulseira com contas em pedra normais, é a intenção porque as usa. Se a usa apenas pela sua beleza ou estilo, mantê-la limpa e seguir os passos seguintes será suficiente para desfrutar dela durante os próximos anos. Mas se comprou a sua pulseira pelos benefícios que acredita que as pedras podem trazer à sua vida... poderá ter de a energizar.

Se é céptico acerca do poder das pedras curativas e das pulseiras com significado, então as dicas energizantes apresentadas a seguir não lhe serão úteis. Mas também não lhe farão mal nenhum.

Embora não existam estudos científicos que confirmem as propriedades curativas intrínsecas das pedras preciosas, tal nunca impediu pessoas em todo o mundo de acreditar nelas.

Energizar as pedras da sua pulseira é uma maneira moderna de dizer que está a ajudar a restaurar quaisquer propriedades mágicas que as pedras podem ter. Existem duas maneiras muito simples de energizar as pedras preciosas: lua ou salva.

A maneira mais fácil de energizar as pedras preciosas curativas é com a luz emitida pela lua. Tudo o que tem de fazer é colocar a pulseira ao luar e esperar 6-12 horas. Poderá ter de o fazer mais do que uma noite... como faria no verão dinamarquês quando a noite é curta.

Aplicar salva é outro método de energizar as pedras curativas. Acenda um galho de salva e sopre para que comece a queimar. Coloque a pulseira no meio do fumo e gire-a de modo a que cada conta fique envolvida no fumo.

A vantagem destes dois métodos é que não irão danificar a pulseira nem descolorar as contas.

3 aspetos que deve ter em conta quando compra uma pulseira de pedras curativas

  1. Custo – A menos que queira usar diamantes no pulso, nenhuma pedra preciosa o levará à ruína. A maioria das pedras preciosas não são raras (apesar do seu suposto poder), por isso o custo não será um entrave para que encontre a pulseira certa para si.

  2. Ajuste e fecho – Independentemente do poder que as pedras são supostas terem ou daquilo que acredita, se a pulseira não assentar ou permanecer presa no seu pulso, não valerá a pena comprá-la. Quando compra uma pulseira de pedras curativas ou de pedras preciosas online, certifique-se que lê as avaliações que foram feitas por outros clientes ou contacte o apoio ao cliente para que ajudem a encontrar o ajuste certo e para saber se o fecho é seguro ou não.

  3. Autenticidade – Este é um dos fatores mais importante que deve considerar quando compra uma pulseira de contas com pedras preciosas ou cristais. A autenticidade das pedras naturais é o que irá distinguir a sua pulseira de uma pulseira sintética. Muitas pedras que encontra no mercado foram aquecidas e tingidas para dar mais cor. Por muito que esta prática não seja comum, é algo que deve sempre considerar.

Pulseiras curativas e a sua história

Desde a Idade Média aos indígenas americanos, as pedras preciosas e semipreciosas têm sido usadas como objetos de cura e de força. Embora não existam estudos científicos sobre os efeitos atuais da utilzação dos cristais e das pedras para efeitos de cura, existem estudos que apontam para o efeito placebo que ocorre quando se usam este tipo de jóias. E não pense que isto é falso ou algo que só existe na cabeça de alguns. É sabido que acreditar em algo é meio caminho andado para que funcione.

Talvez este seja o cerne da questão: a história que quer contar para si próprio.

A pulseira que escolher e as pedras que a compõem farão parte da sua jornada. Se a usar com confiança ou foco, é consigo. O mais importante é que a use por si.. quer tenha poderes mágicos ou não.