Política de devolução de 365 dias
Envio 7 € - Grátis a partir de 39 €-
308 803 986 - (dias úteis: 09h - 17h)

PORQUE AMAMOS OS RELÓGIOS MECÂNICOS AUTOMÁTICOS?

Tudo o que precisa de saber sobre uma das mais importantes inovações para homem

Temos tendência para adorar coisas complicadas que funcionam incrivelmente bem – mesmo que não tenhamos ideia de como. Neste artigo, vamos levantar o véu sobre como os relógios mecânicos funcionam para deixar a sua curiosidade florescer numa profunda admiração.

Os relógios mecânicos, especialmente os relógios esqueleto,são verdadeiras obras de arte. As suas minúsculas engrenagens, molas e lindos rubis hipnotizam-no enquanto transferem energia de um elemento para outro numa dança de forças tão finamente ajustada que mede com precisão a passagem do tempo.

COMO SÃO FABRICADOS OS RELÓGIOS MECÂNICOS

O relógio de sol foi o primeiro relógio a ser criado. Com o tempo, estes relógios tornaram-se cada vez mais precisos, no entanto apenas mediam o tempo durante o dia e apenas se as condições atmosféricas o permitiam. Ao longo dos séculos, foram criadas muitas maneiras diferentes para medir e contar o tempo, desde relógios de água a ampulhetas, relógios de vela e muito mais. As culturas asiáticas tinham até relógios de incenso que permitiam às pessoas ver as horas pelas fragrâncias libertadas pelos incensos habilmente criados.

Os primeiros relógios eram extremamente imprecisos. As molas conduziam os ponteiros à volta do mostrador, mas a velocidade dependia da tensão da mola. Andavam demasiado rápido pela manhã e desaceleravam à medida que o dia passava. Muitos de nós desejaríamos que ainda assim fosse.

Em 1656, o holandês Christiaan Huygens criou relógios 60 vezes mais precisos quando inventou o relógio de pêndulo. Este tipo de relógio introduziu o primeiro oscilador harmónico para garantir mais precisão, uma peça revolucionária naquele tempo! Esses relógios tiravam a sua energia de um peso que puxava as engrenagens e empurrava o pêndulo para a frente e para trás. O pêndulo estava ligado ao garfo, de modo que cada balanço permitia que as engrenagens se movessem de um certo modo. Como a força da gravidade é constante, a força que puxa o peso e o pêndulo mantém o relógio a funcionar de forma consistente. O mesmo princípio encontra-se na força dos impulsos opostos da mola principal e da espiral que atua sobre o eixo de balanço nos relógios mecânicos modernos.

TIPOS DE RELÓGIOS MECÂNICOS

Existem três variedades de relógios mecânicos – os relógios mecânicos, os relógios automáticos e os relógios mecânicos automáticos. Os três têm uma mola principal como fonte de energia que precisa de ser enrolada, e a diferença reside na forma como se lhes dá corda.

RELÓGIOS MECÂNICOS

Dar corda a um relógio mecânico apenas pode ser feito com a coroa. Este é o tipo de movimento mais comum em relógios de bolso e relógios mecânicos antigos. Ao rodar a coroa, a mola principal fica mais apertada e aumenta assim a reserva de energia do relógio.

RELÓGIOS AUTOMÁTICOS

Os relógios puramente automáticos são raros, mas existem. Não se pode dar corda a estes relógios pois alimentam-se do movimento aplicado ao próprio relógio. Atrás do mecanismo existe um peso oscilante em forma de meia-lua. Este peso do rotor dá corda ao relógio à medida que move o braço, e balança à medida que balança o braço. A ideia é que, se usar o relógio automático todos os dias, este irá acumular energia suficiente para durar a noite toda, então nunca irá parar. Coloque-o na manhã seguinte e vá trabalhar. Gerará energia suficiente para que o relógio funcione continuamente e tenha energia suficiente para não parar durante a noite seguinte. No entanto, se o relógio parar, pode ter que sacudi-lo um pouco para ele começar a trabalhar. Mas não o sacuda demasiado. As molas e as engrenagens não irão gostar muito.

RELÓGIOS MECÂNICOS AUTOMÁTICOS

A maioria dos relógios mecânicos modernos possui um movimento mecânico automático. Pode dar-lhes corda com a coroa e manter-se-ão a funcionar graças ao movimento do seu braço. Se o seu relógio mecânico automático parar, rode a coroa algumas vezes até ver o ponteiro dos segundos começar a andar. Poderá então voltar a colocar o relógio no pulso, pois o peso do rotor fará o resto.

COMO É QUE OS RELÓGIOS AUTOMÁTICOS FUNCIONAM

Independentemente da forma como o seu relógio mecânico adiciona energia à mola principal, é aqui que a dança começa. Se tirar a mola principal do tambor onde está alojada, ficaria descomprimida rapidamente, esticando-se numa tira em aço com 20 a 30 cm de comprimento. Este é o estado ao qual está constantemente a tentar voltar, e essa é a força que impulsiona o relógio.

A partir da mola principal, a energia passa por um conjunto de engrenagens (chamado comboio do tempo) que movimenta os ponteiros à volta do mostrador e faz funcionar as várias complicações que o seu relógio pode ter, como o cronómetro, janela de data, janela de fases da lua, etc. A quantidade de engrenagens do seu relógio depende do número de complicações.

A árvore de corda reduz a velocidade em 12/1 no movimento do ponteiro dos minutos relativamente ao ponteiro das horas. Quando puxa a coroa para acertar a hora, a coroa liga-se diretamente à árvore de corda para permitir que as engrenagens girem livremente enquanto roda a coroa. Quando empurra a coroa, a árvore de corda liga-se novamente ao comboio do tempo e o relógio começa a funcionar novamente.

O coração do seu relógio – e sem dúvida as suas características mais vitais – são o escape e o eixo de balanço. À medida que a força flui para o eixo de balanço, ele oscila para a frente e para trás num ritmo constante. Esse ritmo é mantido pela espiral, que o empurra de volta contra a força proveniente da mola principal. Sem esse contra-empurrão, os ponteiros do seu relógio girariam à volta do mostrador em velocidades vertiginosas enquanto a mola principal se desenrola totalmente de uma só vez. O peso do eixo de balanço dá-lhe impulso, fazendo com que ele seja empurrado contra a espiral. A espiral é mais forte que a mola principal e empurra o eixo de balanço para trás. Quanto mais potência é armazenada na mola principal, mais e mais rápido o eixo de balanço irá girar. Menos potência significa um movimento mais lento e mais curto.

O garfo é movido pelo eixo de balanço. Um pino de rubi no eixo de balanço bate no garfo, derruba-o para o lado e solta o escape de um lado ao mesmo tempo que o agarra com o outro. Quando o eixo de balanço volta, é empurrado para trás, libertando o garfo novamente. Esses incrementos são o movimento afinado do relógio, e o som dos rubis do garfo a agarrar o escape é o tique-taque do relógio. A mola tem pinos reguladores, permitindo que os relojoeiros ajustem a tensão caso o relógio esteja a funcionar demasiado rápido ou demasiado devagar. Um relógio mecânico habilmente acertado tem um desvio de precisão de cerca de 2-3 segundos por dia.

Os relógios esqueleto permitem-lhe admirar essa dança a acontecer quando o relógio está em funcionamento, mas às vezes são considerados mais difíceis de ler, pois os ponteiros perdem-se na complexidade visual do movimento que está debaixo deles. Felizmente, temos vários designs que previnem esse problema de acontecer, como as nossas coleções Fenes e Cor. Para uma visão completa, as nossas coleções Dante ou Mamut são excelentes opções.

QUE TIPO DE RELÓGIO MECÂNICO PARA HOMEM DEVO USAR?

Para o tipo de homem que usa colete, um relógio de bolso mecânico é o toque final que o seu look precisa. Se é uma alma insaciavelmente curiosa que precisa de saber como as coisas funcionam, um relógio esqueleto mostra essa sua característica ao mundo. Para aqueles que apreciam os designs clássicos e sóbrios, os relógios mecânicos automáticos com complicações mínimas servirão muito bem para aquilo que pretende e durarão mais. A variedade de relógios mecânicos que existe no mercado é praticamente infinita. Certamente que encontrará um relógio que corresponda com a sua personalidade e sentido de estética.

PERGUNTOU - NÓS RESPONDEMOS

Quer manter-se atualizado com os artigos mais recentes e os lançamentos das novas coleções, assim como ter acesso a ofertas e conteúdos exclusivos da Tribe da Trendhim?

Então inscreva-se abaixo.

Tomei conhecimento da Política de Privacidade da Trendhim. Pode cancelar a subscrição a qualquer momento.