Política de devolução de 365 dias
Envio 7 € - Grátis a partir de 39 €-
308 803 986 - (dias úteis: 09h - 17h)

O dedo em que usa os seus anéis pode ter vários significados

Em que dedo devem os homens usar os seus anéis?

A internet está cheia de saberes "antigos" sobre em que dedo os homens devem usar os seus anéis e que tipo deve ser usado em qual dedo e em qual mão. Alguns destes saberes "antigos" são válidos... mas muitos deles são verdadeiras algaraviadas. Antes de aprofundarmos algumas das ideias mais sustentadas que podem ajudá-lo a passar uma mensagem clara através dos seus dedos, vamos esclarecer uma coisa: é o seu estilo, a sua história, e ninguém pode dizer que está a contá-la da forma errada. Pode até usar um anel de sinete no dedo mindinho do pé, se lhe apetecer. Não existe uma maneira errada de usar acessórios.*

  • Alguns grupos e organizações têm regras bem definidas sobre como usar itens que ostentam a sua marca.*

Os anéis enviam uma mensagem. Eles indicam se é uma pessoa comprometida ou não, em que universidade se formou, se pertence a algum clube ou até mesmo a sua preferência sexual (ou se não tem preferência). Não é importante se as pessoas entendem ou não a mensagem. O que importa é o significado que lhe dá.

Em que mão devem os homens usar os seus anéis?

Algumas culturas dividem as mãos em mãos masculinas e em mãos femininas. Pela lógica, a sua mão direita é a masculina, aquela com que faz as coisas – e a esquerda é a mão passiva, reservada para coisas delicadas.

Mesmo os homens ambidestros têm uma mão dominante. A ambidestria é uma habilidade aprendida, e a capacidade pura de usar ambas as mãos é extremamente rara. A grande maioria de nós tem uma mão dominante e, enquanto falamos, movemo-la, fazemos gestos e apontamos para as coisas. A nossa mão dominante chama à atenção. É por isso que é muito importante para nos expressar-mos. Como a maioria de nós usa o relógio no pulso da mão não dominante, decorar a nossa mão dominante equilibra as coisas.

Uma boa regra é considerar a sua mão não dominante como armazenamento de longo prazo e sua mão dominante como de curto prazo. Pretende que a sua aliança dure para sempre, então vai querer mantê-la no dedo anelar da sua mão não dominante. Qualquer coisa que colocar na sua mão direita estará sempre mais apta a ficar danificada, pois é a mão que mais usa. Recebeu um anel de sinete de família como herança? Coloque-o no dedo indicador ou mindinho da mão não dominante.

Mão não dominante
Identidade
Permanente
A pessoa que é

Mão dominante
Expressão
Temporária
Como se sente

O que os dedos significam?

A versão curta

  • Dedo mindinho – expressão – significa intelecto e habilidades de comunicação.
  • Dedo anelar – estado de relacionamento – é onde usa a sua aliança de casamento.
  • Dedo médio – individualidade – comunica ordem e propósito.
  • Dedo indicador – lealdade – liderança e ambição – usado principalmente para anéis de pertença.
  • Polegar – força de caráter – mostra força de vontade e liberdade de pensamento.

O que os anéis significam nos seus dedos

A versão longa

O dedo mindinho

Alguns praticantes da filosofia indiana correlaciona o dedo mindinho com jala, o elemento água. A tradição ocidental tende a associar o dedo mindinho a Mercúrio, o deus romano da venda, do lucro, da comunicação e da eloquência. Os anéis no dedo mindinho remetem para o intelecto e a astúcia. Empresários de sucesso, políticos e outros homens influentes costumam ser vistos com anéis no dedo mindinho.

Os anéis no dedo mindinho dão nas vistas. O anel fica mais exposto no dedo mindinho do que no dedo médio, e se usar apenas um anel, certamente que não passará despercebido. Designs simples são perfeitos no dedo mindinho, mas nada se compara com um anel de sinete. Como o dedo mindinho é a parte menos usada da mão, designs e superfícies mais complexos não o incomodarão tanto ao longo do dia.

O dedo anelar

O dedo anelar está associado a prthvi, o elemento terra na filosofia indiana, enquanto que o ocidente relaciona-o a Apolo, o deus da música, da verdade, da cura e da poesia, entre outras áreas. É mais conhecido como o dedo em que coloca o seu anel de noivado ou aliança de casamento quando decide assentar. É por isso que agora é comumente associado a todos os tipos de devoção.

Os casais usam-no para as suas alianças; muitos noivos decoram-no com um anel de noivado; algumas pessoas com relacionamentos sérios apenas usam alianças quando estão prontas; e certos devotos religiosos usam anéis de santidade.

Se está a tentar comunicar que não está disponível, um anel simples envia a mensagem mais clara. Não é comum usar grandes anéis de sinete ou anéis ornamentados complexos para mostrar o estado civil pois a mensagem será difícil de perceber. Mas talvez seja exatamente isso que pretende… o estado civil “é complicado” mostrado pelo anel.

O dedo médio

Não existe tradição cultural para usar anéis no dedo médio, o que o torna perfeito para expressar-se à vontade. Não existem ideias pré-concebidas que deve ter em consideração para usar um anel no dedo médio. A filosofia indiana associa o dedo médio a ākāśa, o espaço ou elemento éter, enquanto no oeste, está associado a Saturno.

O facto de não ter um significado tradicional não impediu as pessoas de lhe atribuir significado nos últimos anos. Devido à sua localização, muitos consideram que significa equilíbrio, ordem e propósito, enquanto que outros remetem para o seu tamanho e proeminência, associando o dedo médio à individualidade, propósito, identidade pessoal e autoanálise.

A maioria dos homens que usam alianças ou anéis noivado optam por não usar um anel no dedo médio da mesma mão, pois tal poderá danificar os dois anéis quando tocam um no outro. Além disso, lembre-se de que, como o dedo indicador é a parte mais ativa da mão, um anel grande e volumoso ao lado dele pode incomodar depois de um tempo.

Um anel preto no dedo médio da mão direita, conhecido como “anel Ás”, é usado por membros da comunidade assexual como forma de identificação.

O dedo indicador

É tradicionalmente reservado para anéis de sinete que ostentam brasões de família. Em algumas monarquias europeias, os camponeses não podiam usar anéis de qualquer tipo nos dedos indicadores, para que não fossem confundidos com homens influentes. Um anel no dedo indicador comunica liderança, autoridade, ambição, autoestima e confiança.

Associado a vāyu, o elemento ar na filosofia indiana e a Júpiter, o deus romano do céu e do trovão – rei dos deuses – no oeste. Usar um anel no dedo indicador significa fidelidade. Anéis de classe, anéis de fraternidade, anéis de clube e outros sinetes que indicam a participação numa organização ou grupo são mais frequentemente usados no dedo indicador.

Um anel colocado no dedo indicador tem muito espaço para brilhar. Esse espaço entre o dedo indicador e o polegar é a parte mais ativa da mão e sua abertura permite que quase toda a circunferência do anel fique visível. O lugar perfeito para experimentar designs complexos e anéis grandes, então ouse.

O polegar

Embora tecnicamente não seja um dedo, vamos tratá-lo como um por uma questão de estilo. A filosofia indiana associa-o a tejas, o elemento fogo. No oeste, está ligado a Marte, o deus romano da guerra. Usar um anel no polegar significa força de vontade, força de caráter, liberdade de pensamento e autoafirmação. Os anéis de polegar são os menos comuns e, portanto, têm um grande impacto no estilo.

Em algumas culturas, os homens usam anéis nos polegares como sinal de riqueza e influência. Quanto mais brilho, maior a riqueza do homem. A espessura do seu polegar e o posicionamento solitário fazem com que anéis grandes e volumosos com designs elaborados se sintam em casa. No entanto, deve usar anéis de sinete no polegar com cautela pois poderão sair demasiado para o exterior.

Regras gerais sobre os anéis para homem

As regras são feitas para serem quebradas, mas ajuda conhecê-las para que possa quebrá-las deliberadamente. Não quer ser o homem com as mãos para cima que diz: “Desculpe Sr. Agente, eu não sabia”.

Respeite a sua morfologia

Se é um homem alto e magro, os anéis grossos e volumosos parecerão estranhos em si, pois irão dominar a sua aparência. Se é um homem baixo e atarracado, os anéis delicados perder-se-ão em si. Os anéis são o tipo de acessório que deve estar de acordo com a sua morfologia.

O equilíbrio é a chave

Tente não usar todos os seus anéis na mesma mão e deixar a outra vazia. Distribuir os acessórios uniformemente entre as duas mãos cria um visual muito mais coeso.

Combine a cor dos seus metais

Como acontece com qualquer tipo de acessório, combinar as cores é importante. Um relógio prateado, uma pulseira em aço e anéis em aço ficam muito mais apelativos do que um relógio prateado, uma pulseira vermelha e anéis em todas as cores do arco-íris.

Se quiser misturar as cores, combine cores frias com metais frios. O prateado e o azul ficam perfeitos juntos, assim como o dourado e o vermelho. Pode ir mais longe na coordenação e mistura de cores complexas quando tiver definido o básico, mas ter um anel prateado num mar dourado parecerá certamente um descuido. Se quiser usar dourado e prateado, tente mantê-los em equilíbrio. Dessa forma, parecerá deliberado e obterá uma boa propagação de tons frios e quentes.

Conhecer estas práticas recomendadas – estas "regras" – permite-lhe respeitá-las ou até quebrá-las, se quiser. Há uma grande diferença entre quebrá-las acidentalmente e desafiá-las deliberadamente. A diferença está na história que conta com os seus acessórios. Porque os acessórios são perfeitos para iniciar uma conversa. Conte a sua história à sua maneira.

Para mais informações e dicas para escolher o seu anel, leia o nosso manual completo sobre os anéis para homem.

Perguntou - Nós respondemos

Não perca!

Quer manter-se atualizado com os artigos mais recentes e os lançamentos das novas coleções, assim como ter acesso a ofertas e conteúdos exclusivos da Tribe da Trendhim?

Então inscreva-se abaixo!

Tomei conhecimento da Política de Privacidade da Trendhim. Pode cancelar a subscrição a qualquer momento.